Como estudar a Bíblia?

Você já se pegou com dúvidas de como começar a estudar a Bíblia? Ela parece uma incógnita pra você? Palavreado difícil, personagens com nomes estranhos e algumas descrições que parecem não fazer nenhum sentido?

Pois venha comigo, continue lendo o post e eu vou te dar algumas dicas de como estudar a Bíblia!

A Bíblia

A Bíblia é um conjunto de 66 livros que foram escritos por 40 autores em um período de 1600 anos! É muita coisa, né? Pois é! Mas ainda que ela tenha sido escrita no passado, ela ainda é muito relevante pra gente e na verdade nunca vai deixar de ser.

É nela que encontramos o caminho para a vida eterna: Jesus e seu sacrifício. Os benefícios de estudar a Bíblia são muuuitos e agora eu vou te dar umas diquinhas além de te contar mais sobre como a Bíblia está organizada.

Antigo Testamento

Os 5 primeiros livros da Bíblia são chamados de “Pentateuco” (Penta significando “5” e teuco significando “livros”). Os judeus chamam de “Torá” e para eles os 5 livros não são divididos como para nós. Eles são atribuídos a Moisés e conta a história da criação do mundo até a morte de Moisés. Esses são os livros da Lei mas também são livros super ricos em histórias fantásticas de milagres, alianças e amor!

Depois seguimos com o livro do sucessor de Moisés, Josué. Após Josué vem o livro de Juízes, numa sequência, apesar de terem espaços de tempo entre as histórias, em que conhecemos as histórias do povo de Israel quando eram governados por…Juízes!

Na época em que os juízes governavam a terra é que se passa a história de minha querida Rute, que é o próximo livro na sequência.

Então chegam os livros históricos de 1 e 2 Samuel, 1 e 2 Reis e 1 e 2 Crônicas. Samuel conta a maravilhosa história do nascimento do sacerdote e também muitas histórias famosas do Rei Davi (como a batalha com Golias) antes e depois de ser coroado rei. Reis e Crônicas tem muitas histórias repetidas mas são livros ricos demais em experiências!

Esdras, Neemias e Ester também são livros históricos e contam histórias de libertação do povo de Israel da sua prisão em Babilônia (fato que acontece no final de Crônicas).

Aí chegam os amados livros poéticos no meio de toda a parte histórica. (autor desconhecido, alguns atribuem ele a Moisés e que foi escrito antes de Gênesis) Salmos (muitos do rei Davi mas também de Asafe e outros autores), Provérbios, Eclesiastes, Cânticos dos Cânticos (todos de Salomão, filho de Davi, e algumas participações como em Provérbios 31).

Na sequência encontramos os livros dos profetas. Isaías, Jeremias, Lamentações de Jeremias (o nome já explica tudo) se passam antes e no início do período em que os israelitas são levados prisioneiros para Babilônia. Ezequiel e Daniel se passam durante o exílio e esses 4 são chamados de “profetas maiores” por alguns, simplesmente porque os livros deles são mais compridos.

Os “profetas menores” (por terem livros curtos) vem na sequência. Oséias profetiza antes da prisão, estimulando o povo a se arrepender e se converter. Joel, apesar de não ter determinado quando seu ministério aconteceu, provavelmente também profetizou antes do exílio. Amós também viveu antes do exílio e profetizou não só a Israel mas também a outras nações. Obadias profetiza contra Edom, uma nação vizinha a Israel que é descendente de Esaú, irmão de Jacó. Jonas e sua história bem conhecida por ter sido engolido por um grande peixe, também profetiza antes do exílio e fala contra a cidade de Nínive. Miqueias profetiza antes do exílio e Naum também, ele inclusive conta o que aconteceu com o povo de Nínive alguns anos após a visita que receberam de Jonas. Habacuque se junta as outras vozes de profetas avisando ao povo e ao rei que seriam dominados por Babilônia. Sofonias os fazem lembrar que o dia do Senhor ia chegar e ele também viveu antes da prisão.

Ageu profetizou após o cativeiro babilônico, durante o reinado de Dario I da Medo-Pérsia (a essa altura até Babilônia já havia sido conquistada). Zacarias e Malaquias também profetizam ao povo depois do cativeiro.

O Novo Testamento

Mateus, Marcos, Lucas e João são chamados de “os 4 evangelhos” sendo que “evangelho” significa “boas novas” e não é para menos já que nesses livros conhecemos Jesus, o Messias tão aguardado e também o seu sacrifício por nós na cruz.

Atos dos Apóstolos vem na sequência. É nesse livro que é contada a história sobre a ascensão de Jesus aos céus e também tudo o que os seus discípulos/apóstolos fizeram no mundo depois que ele voltou para o Pai.

As cartas aos Romanos (para os crentes da cidade de Roma), Coríntios (para os crentes da cidade de Corinto), Gálatas (para os crentes da cidade da Galácia), Efésios (para os crentes da cidade de Éfeso), Filipenses (para os crentes da cidade de Filipos), Colossenses (para os crentes da cidade de Colossos), Tessalonicenses (para os crentes da cidade de Tessalônica) foram escritas pelo apóstolo Paulo, que conhecemos em Atos. São cartas de exortações e instruções muito ricas em conselhos e doutrinas!

As cartas para Timóteo, Tito e Filemon também foram escritas por Paulo para esses 3 homens com instruções e exortações.

A carta aos Hebreus (Hebreus são também os israelitas. Enquanto “Israel” vem do novo nome que Deus deu a Jacó, Hebreus vem de “Abraão”, que no fim são o mesmo povo) não tem um autor confirmado, já que ele não se identifica mas muitos atribuem ela a Paulo.

As cartas de Tiago, Pedro, João e Judas foram escritas por esses homens para a igreja. São também cartas muito ricas já que esses 4 homens conviveram com Jesus!

O Apocalipse foi uma revelação (é isso que “apocalipse” significa, revelação!) dada por Jesus através de um anjo para o apóstolo João que é o mesmo João dos evangelhos e das 3 cartas perto de Apocalipse. Lá encontramos profecias para o nosso tempo. Jesus já nos contou tudo de antemão e isso é muito maravilhoso!

Resumindo…

Na Bíblia encontramos livros com leis, livros históricos, poéticos, proféticos, cartas…Agora que você já sabe sobre do que se trata cada livro e em qual categoria ele está fica um pouco mais fácil, né?

Dicas para estudar a Bíblia

  1. Ore antes de começar. Não comece a ler sem pedir a Deus que o Espírito dele abra sua mente e seu coração para entender o que você está lendo. Foi o Espírito de Deus que inspirou os autores a escreverem a Bíblia (2 Pedro 1:21), então nada melhor do que pedir pro autor te ajudar a entender o que ele quis dizer, certo?
  2. Um pouco aqui e um pouco ali. Seguindo o conselho de Isaías 28:10, podemos aproveitar muito mais o estudo da Bíblia quando lemos vários versos do mesmo tema, para entendermos tudo o que a Bíblia trata sobre aquele assunto e para que a nossa fé se fortaleça ainda mais.

Como fazer isso?

Uma maneira simples e prática é procurar na internet por “versículos sobre (o tema que você quer aprender. Pode ser sobre perdão, amor de Deus, salvação e por aí vai.)“. Vão aparecer vários e você pode anotá-los e depois meditar em cada um deles a cada dia. Outra opção é comprar uma Bíblia de Estudo. Bíblias de Estudo trazem anotações sobre versos que se relacionam entre si, além de comentários sobre diversos versículos. Ainda uma terceira opção é baixar o app da Bíblia da You Version. Na tradução Almeida Revista e Corrigida (ARC) no aplicativo você também encontra versos relacionados.

Mas por onde eu posso começar?

Você pode começar pelo Gênesis se quiser mas eu indico a leitura do livro do evangelho de João para começar. João viveu pertinho de Jesus e presenciou momentos incríveis. Você pode então evoluir e ir lendo os outros evangelhos e quando terminar, pode começar a Bíblia desde o começo, com o livro de Gênesis.

Tem um jeito certo de estudar a Bíblia?

Eu acredito que cada uma de nós pode desenvolver um método diferente para estudar a Bíblia. Eu, por exemplo, muitas vezes apenas leio um capítulo e enquanto leio ou escuto (dá para fazer isso pelo app da You Version) vou meditando no que está escrito.

Mas o que gosto mesmo de fazer é pegar meu caderno de estudo, escrever um verso, orar a Deus pedindo instrução e então meditar nele e escrever o que vou aprendendo no processo. Muita coisa maravilhosa podemos extrair desse hábito. Ir fundo em um verso, procurando o significado de palavras que não conhecemos e entender melhor o que uma ilustração quer dizer pode nos levar a um novo nível de entendimento da Bíblia!

Não se acanhe em pedir ajuda! Se você conhece alguém de confiança que conhece a Bíblia, peça para essa pessoa te ajudar! Eu tenho certeza que ela vai ficar muito feliz em explicar mais sobre a Bíblia pra você e eu me coloco a disposição pra te ajudar também!

Tá pronta pra começar?

Agora que você já sabe um pouquinho mais sobre a Palavra revelada de Deus, pegue a sua Bíblia e comece a folhear, desgrude as páginas e comece a ler com alegria e entusiasmo porque a sua vida pode ser transformada pela leitura desse livro!

Escreva nos comentários se você ficou com alguma dúvida, quer dar alguma sugestão ou nos contar como é o seu método de estudo da Bíblia! Eu vou amar saber!

Até mais ver!

Com carinho,

Andressa.

Me siga nas redes sociais!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.